CALDAS NOVAS - GOIÁS

Conheça um pouco de Caldas Novas

Caldas Novas é a capital mundial das águas quentes, uma linda cidade com lazer e diversão o ano todo. É conhecida no mundo inteiro por ser a maior estância hidrotermal do mundo, possuindo águas que brotam do chão em temperaturas que variam de 20° a 60°. Além das águas quentes da Caldas Novas, a cidade oferece várias opções de lazer, como: parques aquáticos, trilhas ecológicas, cachoeiras e lugares históricos.

Histórico

A descoberta das águas quentes aconteceu no final do século XVIII, mas a primeira ?casa de banho? de Caldas Novas surgiu apenas em 1910. Ela foi construída pelo major Victor de Ozeda Ala para seus familiares e amigos, e funcionava onde hoje é o Balneário Municipal. As instalações eram de madeira e tinha apenas duas banheiras. O sucesso foi tanto que o número de convidados só aumentava.

Dez anos mais tarde, em 1920, os herdeiros do major Victor e o médico Ciro Palmerston construíram em sociedade o primeiro balneário público, com duas banheiras esmaltadas e três cimentadas. Mas os primeiros grandes empreendimentos surgiram somente na década de 1960 e 1970, com o clube CTC, Country Clube e Tropical Thermas. Assim a pacata cidade saiu do anonimato, para ser mundialmente conhecida como a maior estância hidrotermal do mundo, Caldas Novas, Goiás.

Lago de Corumbá

Com 100 km de extensão e 65 km2 de área, o lago da Hidrelétrica de Corumbá é formado pelos rios Pirapitinga, Piracanjuba, Peixe e São Bartolomeu, e se localiza a 9 km do Centro de Caldas Novas. Com perímetro bastante recortado e natureza exuberante, é ótimo para a prática de esportes náuticos, como lancha e jet-ski e pesca esportiva.

Parque Estadual da Serra de Caldas Novas

O parque estadual da Serra de Caldas Novas, ou PESCAN, foi criado em 1970, pela Lei 7.282, de 25 de setembro de 1970, para preservar as nascentes das águas termais dos municípios de Caldas Novas e Rio Quente, no estado de Goiás, região centro-oeste. Possui uma área de 12.315.358 hectares.

Igreja Matriz

Paróquia de Nossa Senhora das Dores. Construída em 1850, segue bem preservada, com parte do madeiramento original. A praça em que fica situada é ponto de encontro dos moradores da cidade. Pça. da Matriz, s/n°, Caldas Novas, tel. (64) 3453-1438. Visitação gratuita. Construída em 1850, é a construção mais antiga do centro de Caldas Novas. Reformada em 1999, a Paróquia de Nossa Senhora das Dores manteve as paredes e colunas de madeira originais, que retratam a prosperidade da cidade à época de sua construção.

Jardim Japonês

Desde a entrada com os dragões guardiões, as tamareiras que representam os amigos, os cactus que representam os inimigos se disfarçando entre os amigos, até a ponte da paz e os pagodes. Aqui tudo é repleto de significados! Um cantinho para meditar! Originário dos templos budistas, o Jardim Japonês é ideal para aqueles que buscam tranqüilidade em meio ao caos da vida cotidiana. Um espaço que o livre do estresse, onde é possível sentir paz, meditar contemplar o espetáculo proporcionado pela natureza. O Jardim Japonês é assimétrico, permitindo uma visão diferente, dependendo do ângulo em que se estiver. Ao lado do Jardim Japonês pode-se apreciar antigas moendas de madeira, usadas na fabricação de açúcar e outras peças usadas na zona rural. No Jardim Japonês, cada elemento tem seu significado. Originalmente, as flores não são usadas, pois se transformam constantemente.

Lagoa Quente

Em 1777, meio século após a primeira descoberta oficial das águas quentes, o paulista Martinho Coelho de Siqueira, que estava na região à procura de ouro e pedras preciosas, descobre, por acaso, a Lagoa Quente do Pirapitinga. Segundo os relatos da época, os cães de Martinho Coelho estavam caçando um veado, quando caíram nas fontes termais e se escaldaram, fazendo grande barulho e chamando a atenção de seu dono. Na lagoa quente se encontra a replica do Quadro a óleo, pintado em 1862 por Félix Taunay, que se encontra no museu da Escola de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Feita pelo pintor Waldecy di Lima, residente em Caldas Novas, A lagoa quente ou Lagoa do Pirapitinga, nome que os índios deram a um peixe que vivia nessa água, e que siguinifica peixe branco. As nascentes termais da Lagoa Quente estão entre as mais quentes de toda região chegando a 57º C, como o poço do do ovo que e capaz de cozinhar ovos

OPÇOES DE ALGUEL TEMPORADA EM CALDAS NOVAS